*Banha de cobra, o eloquente apelo ao dízimo!

56* Banha de cobra, o eloquente apelo ao dízimo!

A religião sendo um princípio de culto espiritual, suscita aos seus fiéis e afins, decisões de fidelidade para com o supremo (Deus), tal o número de aderentes que suscita aos finórios, ou melhor, aos lobos encarneirados, oportunidade soberana para seu desfrute e afins pessoais, fazendo recursos a verborreias manipuladas dos textos bíblicos (utilizando o nome do senhor em vão), de tal sorte, a comover os ainda desconfiados, levando-lhes a reagir com gestos caridosos, aos solicitados dízimos. Mas que usurpação beatificada!? Porém, estes valores acabam por se esfumar em destinos inconfessos, e que se danem os versículos amaldiçoantes?! (mas que coragem senhores!) Quanta maquinação! E mesmo conscientes, que muitos dos fiéis apenas lá se recolhem na desesperada tentativa de se comunicar com Deus. No mínimo, haver sensibilidade de em alguns casos, servirem-se das arrecadações para apoiarem situações irremediáveis, por vezes apresentadas pelos seus próprios fiéis, tal como doenças, calamidades ou mesmo, mendicidade. Ao contrário, pessoas fora daquele campo de credo, fazem-no e sem se importarem com as opções religiosas, política ou cultural do pedinte. Enquanto os propalados dízimos, ao invés de servirem para causas filantrópicas, contraproducentemente, vai servindo para engordar as riquezas acumuladas dos assumidos intermediadores do criador?! Raros são os casos, de pastores sérios (uma gota no oceano), e por entre todo esse mal, as evidências vêm do gráfico da revista forbes sobre as riquezas acumuladas de alguns pastores no Brasil, pena que em África as contas andam de tal sorte desorganizadas, diga-se, dissimuladas, que escapa a lupa dos investigadores imparciais, mas que muitos pastores em África esfaqueiam os rendimentos dos fiéis, obviamente que sim, e fazem-no com esmero assustador.

Crónica de; Jonas Nazareth

NB: – Pesquisa da revista forbes:

*Edir Macedo (Igreja Universal do Reino de Deus) 950 milhões de dólares americanos

*Valdemiro Santiago (Igreja Mundial do Poder de Deus) 220 milhões de dólares americanos

*Silas Malafaia (Igreja Assembléia de Deus) 150 milhões de dólares americanos

*R. Soares (Igreja internacional da Graça de Deus) 125 milhões de dólares americanos

*Estevam e Sonia Hernandes (Igreja Renascer em Cristo) 65 milhões de dólares americanos